sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

✫ Artigos de Gestão e Marketing - NOV/2017 ✫

Interessado em artigos sobre Gestão e Marketing?
Confira alguns dos temas que escrevi para o blog Runrun.it em novembro de 2017:

Liderança compartilhada
Liderança compartilhada: entenda como funciona e os benefícios desse modelo organizacional

Segurança da informação
Ciberataques no meio empresarial: entenda as falhas cometidas para melhorar a segurança da informação da sua empresa

Novo Líder
Geração Y: como o novo líder deve se relacionar com as organizações

Ciclos iterativos
Saiba mais sobre o conceito de ciclos iterativos e o método Awake de liderança

Anúncios sobre diversidade
Conheça os 10 melhores e piores anúncios que fizeram uso da diversidade em 2017

Publicidade mobile
Publicidade mobile: conheça o perfil dos usuários e as tendências de marketing nessa plataforma

Mercado de TV por assinatura
TV por assinatura: saiba como a nova decisão do STF afeta o mercado publicitário

✫ Artigos de Gestão e Marketing - SET/2017 ✫

Interessado em artigos sobre Gestão e Marketing?


Confira alguns dos temas que escrevi para o blog Runrun.it em setembro de 2017:

Inteligência artificial na publicidade
Inteligência artificial na publicidade: o que você precisa saber para não ficar fora dessa revolução

Mulheres na publicidade
Falta de criatividade: mercado publicitário sofre com a defasagem de profissionais mulheres no setor de criação

Organização de projetos
Saiba como evitar prejuízos com uma boa organização de projetos múltiplos

Futuro do trabalho
Futuro do trabalho: Você está preparado para encarar as mudanças trazidas pela automação e IoT?

Inovação na publicidade
Inovação na publicidade: como o modelo das startups pode transformar sua agência

Governança de dados
Governança de dados: organize esse processo crítico para a sua empresa

Papel do Gestor
Papel do gestor: 5 situações pelas quais você vai passar – ou já passa – como líder

Cronograma de Marketing
A importância de criar um cronograma de marketing: dicas para organizar melhor suas atividades

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

✫ Horror e Literatura Fantástica na primeira edição do Junta Geek ✫

JuntaGeek é um evento cultural geek que acontece em Ribeirão Preto, e teve sua primeira edição em setembro de 2017.

Amanda Reznor e Oscar Nestarez tiveram a honra de participar como colaboradores da Rádio Geek, mediando as seguintes mesas:

METAMORFOSES DO HORROR: OS SERES QUE ASSOMBRAM NOSSAS HISTÓRIAS
Mediador: OSCAR NESTAREZ
Autoras: SHIRLEY SOUZA , ROSANA RIOS , REGINA DRUMMOND , FLÁVIA MUNIZ
Data: 08/09/2017 - 14H45 às 15H15
Local: ANFITEATRO

MULHERES CHUTANDO BUNDAS NA LITERATURA FANTÁSTICA
Mediadora: AMANDA REZNOR
Autoras: SHIRLEY SOUZA , ROSANA RIOS , REGINA DRUMMOND , FLÁVIA MUNIZ
Data: 09/09/2017 - 13H45 às 13H15
Local: ANFITEATRO


Confira algumas fotos do evento com cobertura de Amanda Reznor e Oscar Nestarez:


Confira um vídeo com resumo da cobertura e parte dos debates:

✫ Falando de Literatura Fantástica no 11º JundComics ✫

JundComics é um evento cultural que acontece anualmente em Jundiaí - SP.
Em sua 11ª edição, a JundComics trouxe uma exposição de cultura Nerd & Geek pela primeira vez no Sesc Jundiaí. Essa convenção, realizada desde 2000 por agitadores culturais locais e por um coletivo de quadrinistas da cidade, propõe encontros e reflexões sobre games, quadrinhos, filmes, livros e séries.

As personagens convidadas já conquistaram um público fiel do universo da ficção e da tecnologia, e tive a honra de ser convidada como mediadora da mesa sobre Literatura Fantástica com os autores Enéias Tavares e Tiago P. Zanetic.

Confira algumas fotos do evento clicando na foto a seguir:

Confira a entrevista que concedi logo após o debate:

Principais tópicos abordados:

BATE-PAPO SOBRE LITERATURA FANTÁSTICA
Mediação e descrição pautadas por Amanda Reznor

*Definição: Literatura fantástica é um gênero dentro da ficção que apresentam elementos que não existem ou que não podem ser explicados pela ciência de até então.
Pode ter mágica, pode ter fada, pode ter lobisomem e tudo isso que a gente gosta.
1: Vocês conseguem imaginar alguma história de literatura fantástica deixando de ser fantástica no futuro? Qual?
2: Qual elemento das suas histórias que vocês gostariam que deixasse de ser fantástico para se tornar real?
3: Dentro disso, vocês acham que a Literatura Fantástica poderia ser vista como uma forma de prever o futuro?

*Foi a partir do século XX que a literatura fantástica ganhou mais importância.
Seus subgêneros incluem fantasia, ficção científica, horror e ficção especulativa (sobreposição dos três gêneros). Além disso, esses subgêneros podem ter filhotinhos como a Alta Fantasia (clássicos como Tolkien e Nárnia) e a Baixa Fantasia (vampirinhos que brilham sob o sol).
1: Quais os seus gêneros de LitFan favoritos para ler? (inspirações)
2: E para escrever? (motivações, técnicas etc)
3: Alta Fantasia x Baixa Fantasia. Quem vence essa disputa?

*As imagens e símbolos trazidos pelas telas tecnológicas (tv, pc, smartphone) não conseguiram superar a construção do imaginário trazido pelas narrativas orais e escritas (livro O que é Imaginário, Leplantine e Trindade).
1: Quando vocês acham que a tecnologia melhora os processos criativos?
2: E quando vocês acham que atrapalha?
3: Quais recursos tecnológicos ajudam vocês como leitores / escritores?

*Eduardo Spohr, autor da "A Batalha do Apocalipse", disse que existe preconceito em relação à literatura fantástica nas escolas.
Os clássicos também parecem dominar o ambiente acadêmico, gerando a verdadeira batalha dos "clássicos x leitura de entretenimento".
1: Qual seria, para vocês, a diferença da importância dos clássicos e da leitura de entretenimento?
2: Dizer que literatura fantástica é "literatura de entretenimento" poderia ser uma forma de rebaixar o gênero?
3: Conhecem exemplos de que seja possível quebrar o preconceito e inserir a literatura fantástica nas escolas?

*Todorov defende que a primeira leitura é diferente da segunda, pois na segunda seriam ressaltados os procedimentos fantásticos.
Vocês acham que é por isso que eu já li HP mais de 20 vezes? (brincadeira).
1: Vocês acham que isso conta como vantagem para a literatura fantástica em relação aos outros gêneros?
2: Qual livro que vocês já leram mais de uma vez?
3: Quais elementos fantásticos pareceram ganhar maior realismo com a segunda leitura?

*Sendo escritor no Brasil
1: Como vocês começaram a escrever?
2: Quais as suas principais obras publicadas?
3: Em quais projetos estão trabalhando atualmente?

*Sobre suas obras de gênero fantástico
1: Suas últimas publicações são de qual gênero da literatura fantástica?
2: Quais elementos fantásticos você poderia destacar nessa obra?
3: Vocês praticam algum processo transmídia em relação aos universos criados?

*Como escrever literatura fantástica
1: Adotam alguma técnica específica para escrever?
2: Como a pesquisa pode ajudar na escrita de um livro fantástico?
3: O que fazer quando falta inspiração?

*Processos editoriais e mercado literário
1: O que os autores iniciantes devem fazer assim que terminam de escrever sua primeira obra?
2: Quais eventos vocês consideram mais importantes para autores iniciantes?
3: Pagar para publicar - vocês indicam ou não?

*Ser escritor na modernidade – Wattpad e E-Books
1: O que vocês acham de ferramentas como o Wattpad para os autores / leitores?
2: Esse processo atrapalharia o mercado literário?
2: Ler no Kindle ou ler no impresso? Quais as vantagens e desvantagens de cada formato?

Finalização do bate-papo.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

✫ A história do Brasil revelada na trajetória de contos ✫

Terminei, esta semana (15/12), de ler este simpático livro ao lado: Os cem melhores contos brasileiros do século, com seleção de Italo Moriconi e edição da Objetiva.

Este livro é, sem dúvida, um estudo incrível das transições sócio-político-culturais que transformaram o Brasil ao longo do século 20, e como essas mudanças repercutiram no amadurecimento da produção literária nacional.

É possível reconhecer as dores, as preocupações e as manifestações sociais a cada década, fatores evidenciados pela mudança na estilística e nos temas abordados.

Não posso afirmar que todos os cem contos tenham sido do meu gosto, mas a maioria foi uma incrível redescoberta de cenários, contextos e pessoas do nosso próprio país, tão rico, tão vasto e ainda tão passível de exploração.

Acompanhe, a seguir, os principais pontos e os contos que eu destaco como os que mais me chamaram a atenção ao longo das décadas - disponibilizei um link para download em pdf de cada conto em separado, caso você se interesse por ler algum, também!

Revisitando a história nacional

A organização de Moriconi em décadas tornou possível identificar traços que definem as preocupações dos movimentos políticos e sociais de cada época, além de mostrar a variação no vocabulário, na forma de se comunicar e nos costumes dos brasileiros.

A cada conjunto de décadas (1900-30, 1940-50, 1960, 1970, 1980, 1990), o organizador ainda traça comentários gerais sobre as características dos contos que compõe cada seção, permitindo ao leitor realizar um verdadeiro estudo literário, político, estilístico, sócio-econômico etc.

Discussões profundas

Interessante ver como as mulheres são retratadas ao longo do século 20, e como foram ganhando mais espaço e respeito no final dessa linha do tempo; a discussão sobre preconceito racial e homofobia também existe, bem como da sexualidade e do pudor, da crueldade do ser humano contra si mesmo e até contra os animais.

É um livro que merece um estudo mais cuidadoso e diversas releituras, de forma que se possa aproveitar e absorver todo o conteúdo adjacente que carrega consigo - e que não é pouco: o bitelo tem 622 páginas com letrinha de jornal!

Contos em destaque - clique no título do conto para fazer o download

1900 a 1930 - Memórias de ferro, desejos de tarlatana

O bebê de tarlatana rosa, de João do Rio (clique para baixar / fazer download do conto)

Dentro da noite, de João do Rio (clique para baixar / fazer download do conto)

O homem que sabia javanês, de Lima Barreto (clique para baixar / fazer download do conto)

Negrinha, de Monteiro Lobato (clique para baixar / fazer download do conto)

Galinha cega, de João Alphonsus (clique para baixar / fazer download do conto)

1940 a 1950 - Modernos, maduros, líricos

O pirotécnico Zacarias, de Murilo Rubião (clique para baixar / fazer download do conto)

Tangerine-Girl, de Rachel de Queiroz (clique para baixar / fazer download do conto)

1960 - Conflitos e desenredos

Amor, de Clarice Lispector (clique para baixar / fazer download do conto)

O Moço do saxofone, de Lygia Fagundes Telles (clique para baixar / fazer download do conto)

Uma Galinha, de Clarice Lispector (clique para baixar / fazer download do conto)

A caçada, de Lygia Fagundes Telles (clique para baixar / fazer download do conto)

1970 - Violência e paixão

Passeio noturno, partes I e II, de Rubem Fonseca (clique para baixar / fazer download do conto)

A morte de D.J. em Paris, de Roberto Drummond (clique para baixar / fazer download do conto)

O elo partido - de Otto Lara Resende (clique para baixar / fazer download do conto)

Feliz ano novo, de Rubem Fonseca (clique para baixar / fazer download do conto)

A maior ponte do mundo, de Domingos Pellegrini (clique para baixar / fazer download do conto)

1980 - Roteiros do corpo

Alguma coisa urgentemente, de João Gilberto Noll (clique para baixar / fazer download do conto)

Bar, de Ivan Ângelo (clique para baixar / fazer download do conto)

Flor de cerrado, de Maria Amélia Mello (clique para baixar / fazer download do conto)

Conto (não conto), de Sérgio Sant'Anna (clique para baixar / fazer download do conto)

1990 - Estranhos e intrusos

Estranhos, de Sérgio Sant'Anna (clique para baixar / fazer download do conto)

O misterioso homem-macaco, de Valêncio Xavier (clique para baixar / fazer download do conto)

Por um pé de feijão, de Antônio Torres (clique para baixar / fazer download do conto)

Viver outra vez, de Márcio Barbosa (clique para baixar / fazer download do conto)

O importado vermelho de Noé, de André Sant'Anna (clique para baixar / fazer download do conto)

15 Cenas de descobrimento de Brasis, de Fernando Bonassi (clique para baixar / fazer download do conto)