sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Um Dia Descobres a Razão.


Sejam Bem-Vindos ao Universo de Amanda Reznor!


Este blog é dedicado à autora do livro Vale dos Segredos®, o primeiro volume da Trilogia Secreta.

Amanda Reznor é também compositora, sendo que as letras de suas músicas podem ser conferidas na página LETRAS deste blog.

Além disso, outros textos menores como contos, poesias e críticas podem ser lidos na seção CONTOS e +PLUS+.


Na galeria de imagens IMAGO, Amanda Reznor expõe algumas de suas criações para seus livros e pinturas que ela considera, em suas palavras, "vivas e humorosas".


Em busca de minha própria felicidade - e não de toda ela, mas apenas de uma parte, uma vez que dois seres, um anjinho e um diabinho, já tomam conta de uma boa porção da minha alegria - cá estou a depor... Sonhos, devaneios, pensamentos estranhos, alguns poemas, músicas... O que for.
[Amanda Reznor]

P.S.: O porquê da figura quiral acima é relacionado ao discurso de A. Reznor sobre o destino.

O que é o destino?

O destino é a fortuna, a sina, a sorte. É por vezes a fatalidade. Mas o que é o destino? Uma combinação de fatores somados que influem inelutavelmente na vida do indivíduo. Mas o que é esta combinação? Sejamos mais práticos. Quando você nasceu, um propósito já estaria definido para você. Há motivo para cada circunstância em seu tempo e espaço devido. Há propósito nas coincidências, que passam a coincidir no âmbito divino. É o que é para ser. Isso pode ser uma das definições para destino. Mas há outra.
O destino é a limitação de cada um, de acordo com as suas qualidades físicas e intelectuais, inerentes a sua existência. É próprio e único como cada homem, com suas complexidades pessoais. Porém, assim como o ser humano, é passível de falhas e mutações. Isso quer dizer que pode-se alterar o destino? É isso mesmo;
Pense no destino como uma grande árvore, cada ramificação galhosa representando um caminho. A raiz é o seu nascimento, e o tronco é o caminho principal, que você trilha enquanto não é capaz de fazer decisões por si próprio. Chega-se então às primeiras bifurcações, e passa-se a fazer escolhas. Não importa, no entanto, por qual galho, por que haste, que raminhos percorrerá - o final da jornada já existe, ponteado em cada pico da frôndula.
Aí está. Não existe uma árvore igual a outra. Cada um tem o seu destino. Mas ele pode atingir grandes alturas ou descer aos ramos mais baixos. A escolha será sempre sua! 
 [Amanda Reznor]

Por fim, A. Reznor nos deixa algumas DICAS sobre filmes, livros, programas e outras utilidades, frutos de suas próprias buscas.
Esperamos que lhe seja útil!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua sugestão, crítica, dúvida ou elogio aqui! =)